Empresário comenta a carreira de Bebe Rexha e revela planos para turnê

O empresário de Bebe Rexha concedeu uma entrevista falando sobre a carreira da cantora, confira a tradução:

Antes de ascender ao estrelato com seu jovem empresário Adam Mersel, Bebe Rexha se estabeleceu como uma compositora de qualidade que agradou Eminem, Selena Gomez e Nick Jonas.

Adam Mersel é da First Access Entertainment, e começou a representar Rexha logo após ela gravar uma parte de Me, Myself and I para G-Eazy. Depois disso, ela fez vários hits em diversos gêneros e o que Mersel chama de "momentos" de destaque. O repertório dela inclui uma colaborações com Florida Georgia Line (Meant to Be é a música número 2 no country agora mesmo), Nicki Minaj, Louis Tomlinson, Martin Garrix, Lil Wayne, Gucci Mane and 2 Chainz e outrps.  

Seus pontos altos ao vivo incluem uma performance de estreia e apresentação da premiação MTV EMAs de 2016, abertura de shows em turnês internacionais com Katy Perry e Bruno Mars, e um lugar no backing de Kesha no Grammy cantando Praying

Agora a cantora descobriu quem é e vai presentear os fãs com um primeiro álbum muito aguardado, que sairá em 22 de junho.

Adam Mersel tirou um tempinho para falar com a Pollstar sobre como ele ajudou Bebe Rexha a chegar nesse ponto em sua carreira

O que as pessoas podem esperar do álbum de estreia de Bebe?
Eu acho que Bebe está num ponto em sua carreira onde ela entende de verdade sua voz, quem ela é, o quê ela quer dizer e como deseja falar. Então ela escreveu um álbum inteiro...  Estamos tentando organizar um corpo de trabalho coeso e essas duas canções [Ferrari e 2 Souls on Fire] serão uma introdução especial a esse capítulo.


Por que não lançaram o álbum quando ela estourou com Me, Myself and I e o show do EMA?
Para nós, a indústria agora é um jogo de momentos, que podem ser músicas, visuais, performances, seja lá o que for, grandes momentos levam longe. Estamos numa posição onde sempre somos parte de grandes momentos na indústria, coisas que movimentam a cultura. 
Muitos desses momentos foram na televisão e tem grande visibilidade, onde ela teve a chance de mostrar a que veio pra muita gente, e isso se converteu em fãs querendo ver isso em maior escala.
Como os shows de abertura, às vezes até em estádios, ajudaram Bebe enquanto ela faz shows solo em clubes?
Tivemos Ellie Goulding, Bruno Mars e agora Katy Perry, três grandes artistas que realmente acreditam nela como performer e a convidaram para se apresentar para grandes públicos, mas também em estádios pelo mundo. Isso abriu os olhos dela para a cena das turnês globais.
Ela é uma profissional, uma estrela e se adapta a qualquer ambiente. Temos um plano estratégico da sua turnê própria versus quando vamos dar apoio à algo que tenha significado. Os fãs a amam em locais de todos os tamanhos. Isso comprova o quanto ela cresceu. Ela pode destruir estádios no México com Bruno Mars e tudo que está entre isso.
Quais os planos para ela em termos de turnê?
Ela fará uma turnê em larga escala no verão, no começo do outono... Até ano que vem, estamos escalando amplamente.
TRADUÇÃO DE LARISSA KATHARINE

Tecnologia do Blogger.